MENU

O PINTOR DA BOEMIA PARISIENSE

O PINTOR DA BOEMIA PARISIENSE

O PINTOR DA BOEMIA PARISIENSE

 

Em comemoração aos seus 70 anos, o Museu de Arte de São Paulo (MASP) recebe até outubro a exposição Toulouse-Lautrec em Vermelho, de Henri de Toulouse-Lautrec (1864-1901), considerado um dos artistas europeus mais importantes da virada do século XIX para o século XX.

Abarcando toda a produção do pintor, desde os primeiros anos, na década de 1880, até o fim de sua vida, a exposição – a mais ampla dedicada ao artista francês no Brasil – reúne 75 obras, entre pinturas, cartazes e gravuras, pertencentes à coleção do próprio MASP e provenientes de importantes museus, como o Musée d’Orsay, de Paris; a Tate e o Victoria & Albert, de Londres; e o Museo Thyssen-Bornemisza, de Madri.

Apaixonado pela boemia parisiense do fim do século XIX, Henri de Toulouse-Lautrec retratou em suas obras os personagens que compunham com ele essa atmosfera social tão marcante: burgueses, boêmios, trabalhadores, dançarinas e artistas. O vermelho da exposição faz alusão à cor do salão da entrada do La Fleur Blanche, um luxuoso bordel, localizado na Rue des Moulins, que o artista frequentou assiduamente, como amigo e cliente, e que inspirou cerca de 40 de suas obras.

 

Quer saber mais sobre a exposição e sobre a obra de Toulouse-Lautrec? Então participe do curso “Meu Museu”, da Escola São Paulo, com a professora Anamélia Bueno Buoro, e vivencie uma nova experiência em museus. Inscreva-se aqui!

julho 13, 2017 Comentários desativados em O PINTOR DA BOEMIA PARISIENSE REINVENTE

, , , , , , ,

Comments are closed.

« »