Postado em

QUAL O PAPEL DE UM STYLIST DE MODA?

Rodrigo Polack explica (de uma vez por todas)!

Millie Bobby Brown, Zendaya, Emma Watson, Elle Fanning. O que todas elas têm em comum, além de serem jovens e poderosas atrizes hollywoodianas? Uma imagem construída e impecável. E de onde vem tanto estilo e personalidade fashion, com tão pouca idade? Todos esses ícones de moda têm um stylist para chamar de seu. E é sobre minha profissão que escrevo, em minha primeira coluna na Quem.

Vamos começar pelo começo: stylist NÃO é estilista. Numa forma de tentar traduzir para o português a tal palavrinha, muitas pessoas se atropelam nas definições. É simples! Estilista [ou fashion designer em inglês]  é quem cria uma peça, desenha, arquiteta cada centímetro de tecido e modelagem. Já o stylist…ah, stylist é gente maluca mesmo (risos).

Brincadeiras e verdades à parte, stylist é um criador de imagens, um intérprete do que se vê nas ruas, nas artes e claro, na moda. É ele quem pensa qual look funciona melhor em cada ocasião, do dia a dia ao red carpet. E quem acha que é só combinar o vestido com o sapatinho, se engana. Do cabelo, ao make, cor das unhas e até a pose certa para a foto (acredite!), pensamos em tudo de forma harmônica. Cada detalhe tem o por quê de estar ali… o cabelo jogado de um lado e a clutch segurada do outro.

Moda é assim. Pelo menos para mim, aquariano e perfeccionista sim senhor. Essa tal perfeição não significa o que é certo e o que é errado, e sim, o que estava planejado na minha cabecinha. Com a experiência fui vendo que o erro é aprendizado e tb pode ser transformado em uma deliciosa limonada e seus limões azedíssimos. Sem açúcar e sem adoçante.

Importante deixar bem claro, que mesmo direcionando e construindo imagens, detesto imposição. Gosto de ouvir, entender o lifestyle do cliente, o que ele faz, aonde vai, qual seu público. E só aí entro no jogo com minhas ideias, de forma a evoluir o estilo e transformar as vontades em realidade [ou mágica!]. Algumas puxadas de orelha aqui, outra ali, mas sempre respeitando a essência de cada um. Não posso jamais enxergar apenas minhas vontades – isso seria um tiro no pé.

Ah, e tem tb a psicologia de lidar com seres humanos diferentes e que mudam de opinião o tempo inteiro. Mas isso já é assunto [profundo] para uma próxima coluna. Let’s have fun, porque o mundo anda muito chato!

Rodrigo Polack é stylist há 15 anos, professor da Escola São Paulo no curso Styling, apresentador do programa 5 Looks, no Discovery Home & Health, ao lado de Chris Flores e colunista semanal da Revista QUEM Inspira. Clique aqui para ler a matéria original!